MAIN LOGO

Assina a newsletter e serás notificado desta e todas as outras novidades.

Obrigado. Verifica o teu email.

Image

COMO CHEGAR

DIA 04 DE SHLOCADOS À VENDA ÀS 16.00H.

O BILHETE CUSTA 10 €/DIA. E SÓ HÁ 4500 POR DIA.

ASSINA AQUI A NOSSA NEWSLETTER E SERÁS NOTIFICADO DESTA E TODAS AS OUTRAS NOVIDADES.

Artista: Inês Tartaruga Água

Subtítulo: Construção de Leitor de Poluição Sónico

Datas: 12 de Setembro das 11h às 12h30 e das 14h às 18h30

Preço: 35€. Inclui lunch box.

 

Uma acção colectiva/colaborativa/educativa; objectos encontrados, sensores de qualidade do ar, arduino e altifalantes.

ToxiCity surge como uma forma de reflectir sobre o sensível no Petro-Capitaloceno, o que é sentir e viver este tempo de emergência climática, e parte sobretudo da experiência quotidiana de viver a cidade - essa partilha comum do espaço, tão simples como o próprio ar que nos envolve.

ToxiCity junta uma narrativa especulativa, apocalíptica, de seres híbridos - humano-lixo/lixo-humano -, com a experiência sensível da cidade. Estes híbridos somos nós, os nossos filhos, netos e bisnetos que serão obrigados a lidar com um ambiente hostil à vida, que, perante tais condições, terão de confiar na tecnologia (“techno-fixes”) para sobreviver. O corpo humano não será compatível com a atmosfera alterada do planeta e iremos muito provavelmente recorrer a próteses biónicas e acessórios tecnológicos para podermos existir.

Alterar as condições do planeta é alterar a nossa própria condição humana. Em espaço público pretende-se reclamar a vida através de uma ocupação do mesmo com recurso a materiais respigados do lixo, tecnologia DIY e software "opensource", traduzindo o nível de toxicidade do ar em noise disruptivo.

 

Duração das sessões:

Oficina de 1 dia (7 horas)

Sessão 1: Construção das Máscaras – 2 horas

Sessão 2: Construção Sintetizador VCO – 5 horas

 

Material Necessário: Sugere-se que os participantes tragam garrafões, garrafas e outros contentores respigados de plástico do seu quotidiano. E se possível ainda, um computador portátil.

 

Público-alvo: Para M/16: aqueles que se interessam por electrónica, respigadorismo e som. Não existem pré-requisitos nem conhecimentos prévios para a participação no workshop.

 

 

BIO

 

Inês Tartaruga Água

 

Inês Silva, também conhecida como Inês Tartaruga Água, é uma artista e escultora cujo trabalho plástico parte de uma abordagem multidisciplinar, centrada nos campos da ecologia, activismo e explorações sonoras DIY, que se manifesta muita das vezes em práticas colaborativas e participativas em espaço público. Tem participado em várias exposições colectivas, e colabora regularmente com Xavier Paes em diversos projectos como “Refluxo” e “Dies Lexic”, um projecto sónico experimental com projecção internacional. Integra também o colectivo artístico internacional “Mycelium” e “MOSCXS”, com sede no Porto.


https://www.youtube.com/watch?v=QihuCDBWzE8&t=102s