MAIN LOGO
SECOND LOGO

IMINENTE
FESTIVAL
URBANO
DE ARTE
E MÚSICA

LISBOA
PANORÂMICO
DE MONSANTO

Assina a newsletter e serás notificado desta e todas as outras novidades.

Obrigado. Verifica o teu email.

IMINENTE
FESTIVAL
URBANO
DE ARTE
E MÚSICA

Image

LISBOA

PANORÂMICO DE MONSANTO

O MELHOR É FICARES EM CASA

E SE VIERES NÃO TRAGAS CARRO

COMO CHEGAR

DIA 04 DE SHLOCADOS À VENDA ÀS 16.00H.

O BILHETE CUSTA 10 €/DIA. E SÓ HÁ 4500 POR DIA.

ASSINA AQUI A NOSSA NEWSLETTER E SERÁS NOTIFICADO DESTA E TODAS AS OUTRAS NOVIDADES.

Sosek

Kadu Doy aka Sosek (n. 1983) é um artista autodidacta natural de São Paulo, onde vive. A sua formação assenta em mais de 20 anos de interacção com a cultura de rua, principalmente o graffiti. Influenciado pela caligrafia marginal e a intrínseca fluidez do acto da escrita, a sua obra revela igualmente uma forte influência da arte japonesa, em particular da sua componente caligráfica, o Shodô, e da pintura aguada Sumi-e. Nos seus desenhos e pinturas, o artista aplica tinta preta sobre uma superfície branca, provocando o contraste, no qual acredita ser onde a consciência é revelada, uma metáfora para própria vida. Os seus temas característicos têm como referência cenas do quotidiano da grande cidade, retratando a vida das pessoas que têm a rua como morada. Durante o seu processo criativo, o artista inclui a prática da auto-observação, servindo-se das imagens captadas como um “espelho”, onde examina a miséria da sua própria condição humana e psicológica, na sua relação com o mundo material e incorpóreo, concebendo um exercício de reestruturação por meio de um trabalho interno para a execução das pinturas. O tema central da obra do artista, é como tornar-se um ser humano, e sua inquietação sobre a essência das coisas.


Kaur

Através da loucura das grandes metrópoles, onde cada vez mais não conseguimos observar e apreciar a verdadeira beleza da arquitectura urbana, Kaur (n. 1980) transforma lugares que antes não eram notados. Natural de São Paulo, onde vive, o artista brasileiro coloca cores e formas que retratam o seu habitat como uma fuga, dando vida a estruturas secas e “mortas” e formas que representam fragmentos da cidade, com uma apresentação constructivista porém contemporânea, fugindo de regras. A sua obra cria um sentido para cada pessoa, onde cada um tem seu próprio sentido crítico, mas todos se vêem como parte integrante desta engrenagem urbana, funcionando como uma fuga gráfica que desloca o espectador, deixando-o livre de regras e padrões artísticos estabelecidos.


Coxas

André Barbato aka Coxas (n. 1981), é formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Natural da mesma cidade, onde ainda hoje vive, fez da megalópole e da vida urbana a sua maior influência, tendo iniciado o seu percurso na cena do graffiti ilegal. Arquitecto cenógrafo, trabalhou na criação e execução das montagens de espectáculos de grandes nomes da música brasileira, adquirindo conhecimento e técnica de uso de materiais que hoje aplica nas suas obras. Coxas aspira o caos da metrópole paulistana e devolve-nos a ironia da cidade que propõe a liberdade, mas ao mesmo tempo, a tira. Tendo a rua como suporte e inspiração, é dela que extrai as formas, cores, construções e elementos emblemáticos para a sua obra.


thiagonevs2016.tumblr.com/"Thiago Nevs


Natural de São Paulo, onde ainda hoje vive, Thiago Nevs (n. 1985) explora suportes urbanos ligados ao seu quotidiano, contestando de forma emblemática e metafórica as subversões que assolam a sociedade. Autodidacta, o seu interesse pela criatividade visual começou no final da década de 1990, através das práticas ilegais da pichação e do graffiti, vendo ainda hoje o seu carácter transgressor e de apropriação como pilares da sua formação. Para além da dura realidade das ruas, a obra de Nevs carrega em si críticas a temas sensíveis da sociedade brasileira, tais como a desigualdade, segregação, política e religião, que se transformam em forças de criação, resistência e luta.

LINKS SOCIAIS

Sosek X Kaur X Coxas X Thiago Nevs