MAIN LOGO
SECOND LOGO

IMINENTE
FESTIVAL
URBANO
DE ARTE
E MÚSICA

LISBOA
PANORÂMICO
DE MONSANTO

Assina a newsletter e serás notificado desta e todas as outras novidades.

Obrigado. Verifica o teu email.

IMINENTE
FESTIVAL
URBANO
DE ARTE
E MÚSICA

Image

LISBOA

PANORÂMICO DE MONSANTO

O MELHOR É FICARES EM CASA

E SE VIERES NÃO TRAGAS CARRO

COMO CHEGAR

DIA 04 DE SHLOCADOS À VENDA ÀS 16.00H.

O BILHETE CUSTA 10 €/DIA. E SÓ HÁ 4500 POR DIA.

ASSINA AQUI A NOSSA NEWSLETTER E SERÁS NOTIFICADO DESTA E TODAS AS OUTRAS NOVIDADES.

FILHO DA MÃE
[PT]
Image

day

21

-

21 de setembro de 2019 17:30
Palco Escada

Nos discos de Filho da Mãe (Rui Carvalho) encontram-se histórias seguras e bem-definidas com realizações claras dos caminhos que resolve percorrer. O modo como afirma a sua guitarra e a linguagem que pratica, nasce, contudo, de uma estranheza com os locais onde decide gravar. Foi assim desde o começo, com “Palácio” (2011), disco gravado em casa do amigo e companheiro nos If Lucy Fell, Makoto Yagyu; depois em “Cabeça” (2013), entre Montemor-o-Novo e o Gerês; ou quando foi para Amares resolver as ideias para “Mergulho” (2016) no Mosteiro de Santo André de Rendufe. O seu último disco, “Água-Má” (2018) segue essa tradição: entre Lisboa e as ilhas madeirenses, onde esteve durante uma semana em residência. Um título que é sinónimo de alforreca – os tentáculos do ser marinho talvez sirvam de analogia para o dedilhar na guitarra de Filho da Mãe, ou a transparência da criatura como uma referência aos jeitos límpidos e lúcidos das composições que aqui apresenta.

LINKS SOCIAIS

FILHO DA MÃE